Daniel Buren no Grand Palais

Daniel Buren criou uma ins­ta­la­ção de grande impacto  no Grand Palais que resulta num con­junto de clara-​​bóias colo­ri­das é home­na­gem a espé­cie de palá­cio de cris­tal em que se insere a obra. Daniel Buren é pro­va­vel­mente o mais repu­tado artista fran­cês vivo que iniou a sua car­reira nos anos 60 inserindo-​​se den­tro da arte con­cep­tual com uma pequena ver­tente per­for­ma­tiva. Distingue-​​se pela des­ma­te­ri­a­li­za­ção da obra de arte. Inicialmente cri­ava ins­ta­la­ções em salas de expo­si­ções cober­tas por um papel de parede as ris­cas. Ou seja, na repe­ti­ção, no aspecto até deco­ra­tivo e na difi­cul­dade de defi­nir o objecto, Daniel Buren pro­vo­cava uma situ­a­ção de vazio.

Esta obra, ape­sar da dis­tan­cia, volta a pegar no aspecto deco­ra­tivo e uma certa des­ma­te­ri­a­li­za­ção da obra levando a espec­ta­dor e viver no seu inte­rior sem a defini-​​la com um objecto. Este pro­jecto é uma das suas mai­o­res ins­ta­la­ções de sem­pre do artis­tas e uma das mais bem con­se­gui­das, sendo uma prova do dina­mismo do artista que parece ter ainda muito para contribuir.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Últimas Notícias