daniel Buren4

Daniel Buren no Grand Palais

Daniel Buren criou uma instalação de grande impacto  no Grand Palais que resulta num conjunto de clara-bóias coloridas é homenagem a espécie de palácio de cristal em que se insere a obra. Daniel Buren é provavelmente o mais reputado artista francês vivo que iniou a sua carreira nos anos 60 inserindo-se dentro da arte conceptual com uma pequena vertente performativa. Distingue-se pela desmaterialização da obra de arte. Inicialmente criava instalações em salas de exposições cobertas por um papel de parede as riscas. Ou seja, na repetição, no aspecto até decorativo e na dificuldade de definir o objecto, Daniel Buren provocava uma situação de vazio.

Esta obra, apesar da distancia, volta a pegar no aspecto decorativo e uma certa desmaterialização da obra levando a espectador e viver no seu interior sem a defini-la com um objecto. Este projecto é uma das suas maiores instalações de sempre do artistas e uma das mais bem conseguidas, sendo uma prova do dinamismo do artista que parece ter ainda muito para contribuir.

Francisco Vaz Fernandes
No Comments

Post a Comment