18 House of Holland (pêlo colorido) - Cópia

Inverno Trendy

Chegou Setembro… o ano novo da moda! Um novo ciclo que começa com as tendências invernosas prontas para sair à rua. Longe ficaram os calções de denim e os tons pasteis, agora as cores querem-se garridas ou obscuras e os tecidos opulentos.

Algumas das tendências parecem já ter um lugar cativo nas passerelles de inverno é o caso do estilo militar com os seus casacos respeitosos, cheios de bolsos e botões; o mesmo se passa com os looks equestres que não dispensam as botas altas, os chapéus e as calças justas em baixo. Mas se algumas coisas se mantêm inalteráveis de uns anos para os outros, existem outras que vêem revolucionar completamente a próxima estação!

1 Dries Van Noten (inspiração oriental)

 Parece que alguns criadores embarcaram rumo ao oriente e de lá trouxeram os tecidos, as cores e as formas das suas colecções, foi o caso de Dries Van Noten, Proenza Schouler, Gucci e António Marras; sendo que este último se apropria destes símbolos orientais sobretudo em detalhes como golas, um outro elemento que volta a ser tendência surgindo em desfiles como Louis Vuitton, Rodarte , Marni e fazendo já parte do espolio de inverno em lojas como Bimba & Lola e Tara Jarmon.

2 Proenza Schouler (inspiração oriental)

3 Antonio Marras ( inspiração oriental e golas)

Um outro detalhe que passou do verão para o inverno transformando-se numa tendência incontornável são os Peplums ( “abas” em forma de folho que adornaram saias e casacos na estação passada); mas se outrora surgiram como doces e femininas, agora aparecem com uma força e confiança quase masculina, são mais rígidas e vêem acompanhar looks minimais, Haider Ackermann e Christian Dior são dois bons exemplos desta mudança.

4 Christian Dior (peplums)

5 Haider Ackermann (peplums)

Quem também se transformou para esta estação foi o cabedal surgindo agora envernizado e texturado perdendo o seu ar natural em prol de um look mais tecnológico e futurista que acompanha na perfeição os metalizados e plastificados que vão aparecendo em um e outro desfile levando-nos numa viagem ao futuro.

6 Alexander Wang (cabedal texturado)

7 Filipe Oliveira Baptista (cabedal texturado e look plastificado)

8-Chanel (look plastificado)

E se uns viajam para a frente no tempo outros recuperam elementos do nosso passado como os padrões geométricos e coloridos dos anos setenta que foram as estrelas do desfile da Prada, estando também presentes na passerelle da Kenzo, de Giambattista Valli entre outros.

9 Giambista Valli (cabedal texturado)

10 Kenzo (padrão geométrico) 

Mas a máquina do tempo ainda não se tinha cansado de viajar e levou uma grande parte dos designers até aos tempos do barroco e do Rocóco trazendo de lá os dourados, as pedras e os bordados numa opulência só vista em séculos de reis e rainhas e tendo como grande novidade os veludos, muitas vezes lavrados, e os borcados aplicados a todo o tipo de peças do vestuário feminino.

11 Balmain (veludo)

12 Gucci (veludo e brocado)

13 Stella McCartney (brocado)

Mas se a riqueza dos vestidos de outrora decidiu aparecer também os famosos dandys deram o ar da sua graça, dando às mulheres o que outrora terá sido extremamente masculino, lenços, camisas de colarinho bem apertado, casacos cintados e materiais acetinados, sendo a Miu Miu e Etro duas das marcas que lançaram a tendência.

15 Etro (dândi)

16 Miu Miu (dândi)

Mas para mim de facto as grandes novidades da próxima estação surgem em matéria de materiais com os brocados e os veludos devoré no topo da lista mas acompanhados do pêlo que marca presença em todas as estações frias mas que em 2012 se apresenta cheio de cor em versões absolutamente exuberantes, quase caricaturas dos tradicionais casacos de peles, opções divertidas e cheias de atitude para uma das peças mais controversas da estação.

 17 House of Holland (pêlo colorido)19 Marni (pêlo colorido)

20 Matthew Williamson (pêlo colorido)

 

Texto: Margarida Brito Paes

 

Francisco Vaz Fernandes
No Comments

Post a Comment