jv2

Joana Vasconcelos leva cacilheiro a Veneza

A artista reco­nhe­cida pela irre­ve­rên­cia na esco­lha dos mate­ri­ais de tra­ba­lho, que trans­forma pane­las em sapa­tos e tam­pões em lus­tres, volta a sur­pre­en­der. Joana Vasconcelos vai colo­car a “embai­xada da cul­tura por­tu­guesa” a nave­gar até à Bienal de Veneza, uma mos­tra inter­na­ci­o­nal de arte que tem lugar em Maio.


A artista plás­tica irá trans­for­mar um caci­lheiro antigo, ima­gem tra­di­ci­o­nal da mar­gem sul do Tejo, numa obra de arte reche­ada de pro­du­tos nacionais.“Trafaria Praia”, nome de bap­tismo da embar­ca­ção, está já a ser alvo da inter­ven­ção artís­tica de Joana Vasconcelos. O exte­rior será reves­tido com azu­le­jos pin­ta­dos à mão, que cri­a­rão um pai­nel com uma repre­sen­ta­ção con­tem­po­râ­nea de Lisboa. No inte­rior, a sala prin­ci­pal vai sofrer uma “revo­lu­ção têx­til” em tons de azul e o piso supe­rior vai ser for­rado com cor­tiça e ser­virá de mon­tra do país, onde esta­rão expos­tos pro­du­tos da loja A Vida Portuguesa e onde terão lugar peque­nos even­tos.
Este pro­jecto tem cura­do­ria de Miguel Amado e é apoi­ado pela Direcção Geral das Artes, como repre­sen­tante ofi­cial de Portugal na Bienal de Veneza.

 

Texto de Joana Teixeira

Francisco Vaz Fernandes
No Comments

Post a Comment