2 Omen-O - Cópia

Pierre Barbrel

É no Chez Margot na Boulevard Henri IV, em Paris, que nos cruzamos com o artista francês PIERRE BARBREL, que apesar dos seus 26 anos já soma duas medalhas na ART CAPITAL do Grand Palais.

Com a arte sempre presente na sua vida, desenhando e pintando, PIERRE BARBREL decidiu estudar design de moda e é nessa fase que começa a explorar a collage manual com recortes de revistas e a desenhar sobre as suas composições. Mas, isso não lhe chegava! PIERRE queria utilizar no seu trabalho fotos da sua autoria, abandonou então as tesouras e a cola, e a reflex digital e o computador tornam-se as suas novas ferramentas. Após terminar o curso, PIERRE iniciou carreira como designer numa das mais populares casas de moda francesas mas, à semelhança de Hércules, teve de escolher entre uma vida assegurada pelo salário oferecido pela grande marca e a instável vida de artista.

A sua escolha faz com que conheçamos PIERRE BARBREL, um artista fascinado pela arte religiosa e sacra, pelo egípcio Livro dos Mortos, ícones bizantinos e mitologia clássica que materializa através de fotografia, collage, manipulação digital e desenho vectorial, usando a matéria dos corpos e espaços para representar a alma – o invisível. A obra de PIERRE BARBREL convida-nos a um confronto com a epifania – a descobrir o que está oculto dentro da luz e sombra dos corpos materiais que fotografa e imprime.

Texto de Marcelo Marcelo

behance.net/pierrebarbrel
delectation-morose.tumblr.com

4 L'Etoile

1 Hypnos

3 L'Imperatrice

2 Omen-O - Cópia

Francisco Vaz Fernandes
No Comments

Post a Comment