72962-800w

Be trendy: Os caixa-de-óculos estão na moda

Se na altura em que eramos crianças usar óculos era uma vergonha, hoje é um verdadeiro sucesso! Existem óculos para todos os gostos e caras, mas mais do que isso para todos os looks e coordenados. Desde os rectangulares e pequenos mais intelectuais, aos redondos mais trendy, passando ainda pelos discretos sem hastes ou os de cores exuberantes. 

 

Os óculos estão definitivamente na moda, hoje muito mais do que objecto feito a pensar na saúde são de facto um acessório de moda. Todas as grandes marcas têm uma linha de óculos, mas a história deste acessório que hoje nos parece banal começou há vários séculos com as experiências de Robert Grosseteste e Roger Bacon.

As primeiras lentes foram feitas de cristal um século depois de cristo. No entanto só no século treze foram inventados os primeiros óculos com duas lentes, mas só dois séculos depois surgem os primeiros óculos com uma haste, foi a primeira aproximação aos óculos que conhecemos hoje, sendo apenas no século dezassete criado o primeiro modelo de óculos com duas hastes.

 A partir daí a evolução do design dos óculos não tem mudado muito, apesar evoluindo bastante nas lentes, a verdade é que os aros e hastes apenas foram passando por várias experiências com materiais diferentes mas sem nunca terem um design completamente diferente.

 

 Hoje já se perdeu a conta a quantidade de ocúlos que foram inventados e às formas diferentes que foram adquirindo. Transformaram-se em parte do “vestuário” e passam pelo mesmo processo criativo que qualquer outro acessório de moda.

Mas com tanta escolha e tantas formas nem sempre é fácil escolher uma par de óculos perfeito para nós, é provavelmente o acessório mais difícil de comprar. Nem todas caras são ideais para óculos e há modelos que não funcionam em muitas pessoas, como é que sei quais os modelos que devo escolher?!  Bem a luxottica dá uma ajuda com este esquema que indica que modelos ficam bem em cada cara.

Precisas de óculos? Então não tenhas vergonha e diverte-te a escolher uns! Mais trendy era impossível.

crónica de Margarida Brito Paes

Francisco Vaz Fernandes
No Comments

Post a Comment