Tag Archives: levis

Levi’s 501 Interpretations”, o livro

O icó­nico modelo Levi’s 501 cele­bra 140 anos. Desde a sua cri­a­ção, em 1873, que estes blue jeans ganha­ram vida pró­pria, transformando-​​se numa peça de culto, popu­lar em todo o mundo. A silhu­eta ori­gi­nal evo­luiu ao longo das déca­das, acom­pa­nhando as muta­ções cons­tan­tes no uni­verso da moda, sendo os 501 a peça de roupa mais ver­sá­til alguma vez cri­ada.
Para come­mo­rar este 140º ani­ver­sá­rio, a Levi’s lan­çou uma cam­pa­nha que cele­brava a forma como os fãs do modelo e per­so­na­li­da­des da moda, música e entre­te­ni­mento ves­tiam estes clás­si­cos jeans. Milhares de foto­gra­fias foram envi­a­das para o site da Levi’s, pro­vando a ver­sa­ti­li­dade dos 501 em todo o mundo. Foram selec­ci­o­na­das 501 ima­gens, que dão corpo à edi­ção limi­tada do livro “Levi’s 501 Interpretations”, que estará à venda nas lojas da marca no iní­cio de Agosto.

Texto de Joana Teixeira 

Levi’s Made & Crafted by Matin Zad

O fotó­grafo Matin Zad é o segundo a cap­tar um edi­to­rial para o pro­jecto “Made & Crafted” da Levi’s. O con­ceito é aliar as últi­mas colec­ções da marca à moda, arte e foto­gra­fia.
Neste edi­to­rial, Matin Zad focou-​​se no denim, brin­cando com as raí­zes da Levi’s, atra­vés da cri­a­ção de um cená­rio botâ­nico, onde a natu­reza de tex­tura rugosa das peças da marca con­trasta com o ambi­ente deli­cado e colo­rido do jardim.

Texto de Joana Teixeira 

 

Station to Station” by Levi’s

“Station to Station: A Nomadic Happening” é um pro­jecto de arte pública pro­mo­vido pela Levi’s.
O artista ame­ri­cano Doug Aitken cola­bo­rou com a marca na cri­a­ção deste pro­jecto, que vai colo­car artis­tas, músi­cos e cri­a­ti­vos em comu­ni­ca­ção com diver­sas comu­ni­da­des, com o objec­tivo de tra­zer a arte e cul­tura do meio ins­ti­tu­ci­o­nal para a rua. Em Setembro, um com­boio via­jará de Nova Iorque a São Francisco, numa rota que durará 3 sema­nas. Em cada para­gem, o pro­jecto “Station to Station” terá como cura­do­res pes­soas emble­má­ti­cas das áreas da arte, música, culi­ná­ria, cinema e lite­ra­tura, pro­mo­vendo inter­ven­ções cul­tu­rais locais onde pára. O pró­prio com­boio foi pen­sado por Doug Aitken, como uma “escul­tura ciné­tica”, que ser­virá de espaço cul­tu­ral nas cida­des onde parar.
Este pro­jecto, con­cre­ti­zado em par­ce­ria com a Levi’s, pre­tende tra­zer até ao público novas expres­sões artís­ti­cas e cul­tu­rais, tal como incen­ti­var artis­tas a “expan­dir hori­zon­tes e mudar per­cep­ções”.
A cola­bo­rar com o “Station to Station” estão os artis­tas Kenneth Anger, Olaf Breuning, Peter Coffin, Urs Fischer, Meschac Gaba, Liz Glynn, Carsten Höller, Christian Jankowski, Aaron Koblin, Ernesto Neto, Jack Pierson, Stephen Shore, Rirkrit Tiravanija, e Lawrence Weiner; os músi­cos Ariel Pink, Charlotte Gainsbourg, Dan Deacon, David Longstreth of Dirty Projectors, Eleanor Friedberger, Nite Jewel, No Age, Savages, e Twin Shadow; os escri­to­res Dave Hickey, Barney Hoskyns, e Rick Moody; os chefs Alice Waters e Leif Hedendal, e o Edible Schoolyard Project.

Texto de Joana Teixeira 

Levi’s Vintage Clothing, SS13

A linha Levi’s Vintage Clothing apre­senta para esta Primavera/​Verão uma colec­ção ins­pi­rada em duas gera­ções ame­ri­ca­nas dife­ren­tes: os minei­ros da cor­rida ao ouro de 1949, com um toque wes­tern e as cor­ri­das de car­ros Hot Rod de 1930. A Levi’s recriou algu­mas peças vin­tage, lan­ça­das no pas­sado pela marca, conferindo-​​lhes peque­nos deta­lhes que as inse­rem na linha ten­den­cial con­tem­po­râ­nea. Esta colec­ção apre­senta cami­sas, t-​​shirts, jum­pers, casa­cos e muito denim, tal como os padrões de ris­cas, qua­dra­dos e estre­las. De des­ta­car o look mas­cu­lino que com­bina uma camisa de manga curta com jeans arre­ga­ça­das e o look femi­nino que com­bina cal­ções de ganga de cin­tura subida com t-​​shirts bási­cas e jus­tas.
O look­book da nova Levi’s Vintage Collection foi foto­gra­fado na California, com car­ros anti­gos, cha­péus de palha e muita ganga.

Texto de Joana Teixeira 

Levi’s Commuter Collection, SS13

Uma colec­ção inti­tu­lada “Commuter”, cri­ada por e para ciclis­tas urba­nos é a novi­dade da Levi’s para esta Primavera/​Verão. A pen­sar na “febre das bici­cle­tas”, que se tem vindo a cres­cer nas gran­des cida­des, a marca aumen­tou a sua pri­meira colec­ção, adap­tando algu­mas peças essen­ci­ais à prá­tica do ciclismo urbano, cri­ando con­jun­tos com­ple­tos de ves­tuá­rio con­for­tá­vel e prá­tico.
Entre as novi­da­des lan­ça­das nesta colec­ção estão as cal­ças Cargo Commuter, fabri­ca­das em sarja com stretch de forma a ofe­re­cer grande mobi­li­dade e con­forto; a parka Commuter, num tecido non-​​denim com stretch e sarja fina, com um capuz reco­lhí­vel e um bolso nas cos­tas; os cal­ções e cal­ças 511 Slim Fit Commuter, dis­po­ní­veis em sarja com strech e num tecido non-​​denim — res­pec­ti­va­mente; as cami­sas Commuter Work Shirt e Standard Fit, uma selec­ção de cami­sas de manga curta trans­pi­rá­veis e que repe­lem a água e a suji­dade; e as jeans 511 Commuter, dis­po­ní­veis em denim de cor índigo, verde e azul petró­leo, que jun­ta­mente com o blu­são de ganga Commuter Trucker são peças que foram modi­fi­ca­das para ofe­re­cer mais mobi­li­dade, dura­bi­li­dade e pro­tec­ção aos cli­en­tes que andam de bici­cleta pela cidade.
Todas as peças foram con­fec­ci­o­na­das com um tecido com stretch sufi­ci­ente para pos­si­bi­li­tar a liber­dade de movi­men­tos dos ciclis­tas urba­nos, garantindo-​​lhes total mobi­li­dade, sem nunca per­de­rem o con­forto nem o estilo.

Texto de Joana Teixeira