Tag Archives: Lisboa

Imaviz Underground

Há quem lhe chame a nova Camden Town. O Imaviz, em Lisboa, foi rebap­ti­zado com um novo nome – Underground. Quem diria que um dos pri­mei­ros cen­tros comer­ci­ais a abrir na capi­tal, inau­gu­rado nos anos 70, iria per­der o seu movi­mento habi­tual para o comér­cio de mas­sas e reconquistá-​​lo, agora, numa ver­são ves­tida de preto.
Imaviz Underground repre­senta o res­sus­ci­tar de uma gale­ria esque­cida entre pare­des vazias, com uma nova comu­ni­dade comer­cial de lojas alternativas.


A deco­ra­ção nas mon­tras é mais obs­cura do que seria de espe­rar, mas não há nada melhor do que isso para con­vi­dar a curi­o­si­dade da cli­en­tela a entrar. Dentro dos espa­ços que ser­vem agora de casa ao espí­rito under­ground, encon­tra­mos uma loja de ves­tuá­rio que segue o lema “de preto nunca me com­pro­meto”, com peças de estilo roc­ka­billy, psy­cho­billy e hard­core – Clockwork Store – ligada a um estú­dio de tatu­a­gens e pier­cings; uma loja de deco­ra­ção alter­na­tiva numa ver­são dark – My Name is Muerte – que tam­bém vende roupa em 2ª mão; uma livra­ria de banda dese­nhada – Mongorhead;  uma loja onde o instrumento-​​rei é a gui­tarra – Svee Guitars; uma loja de dis­cos e mer­chan­dise alter­na­ti­vos – Glam-​​o-​​Rama e uma loja que se des­tina à troca e venda de ins­tru­men­tos musi­cais usa­dos – Drop D.
Às novas caras do Imaviz Underground juntam-​​se os velhos ocu­pan­tes – a sex shop Funny Sexy Shop, a dis­co­teca de rock e metal Metropolis Club e o espaço Biker Cafe.
O Imaviz está vivo e recomenda-​​se.

Texto de Joana Teixeira
Fotografias Herberto Smith

 

 

 

 

 

Calendário ModaLisboa Ever.Now

Nos dias 11, 12 e 13 de OutubroModaLisboa regressa ao Pátio da Galé. Nesta edi­ção o mote é “Ever.Now” — o futuro é agora.
No pri­meiro dia, no hall dos Paços do Concelho des­fi­lam novos cri­a­do­res por­tu­gue­ses da pla­ta­forma Sangue Novo — uma ideia reci­clada do ano pas­sado, mas que regressa como mos­tra de talen­tos e não com­pe­ti­ção.
Nesta edi­ção da ModaLisboa serão apre­sen­ta­das as colec­ções Primavera/​Verão 2014 de 19 desig­ners naci­o­nais, tal como da marca bra­si­leira de bea­chwear Cia.Marítima e do esti­lista polaco con­vi­dado Kamil Sobczyk.

Calendário

SEXTA-​​FEIRA, 11 de Outubro:

18H30            SANGUE NOVO 

20H00            RICARDO ANDREZLAB

21H30            LIDIJA KOLOVRAT 

SÁBADO, 12 de Outubro:

12H00            LUÍS BUCHINHO
14H30            VALENTIM QUARESMA
15H30            OS BURGUESES | LAB
16H30            RICARDO DOURADO
17H30            DINO ALVES 
18H30            KAMIL SOBCZYK | guest desig­ner
19H30            CIA. MARÍTIMA 
20H30            ALEXANDRA MOURA
21H30            MIGUEL VIEIRA
22H30            NUNO GAMA

DOMINGO, 13 de Outubro:

14H30            SAYMYNAME | LAB
15H30            LUÍS CARVALHO | LAB
16H30            PEDRO PEDRO
17H30            MARQUESALMEIDA
18H30            RICARDO PRETO
19H30            ALEKSANDAR PROTIC 
20H30            WHITE TENT
21H30            NUNO BALTAZAR 

Festival de Design e Performance

De 26 a 28 de Setembro, Lisboa recebe a 1ª edi­ção do Festival de Design e Performance, rea­li­zado pelo Museu de Design e de Moda (MUDE), em par­ce­ria com a asso­ci­a­ção cul­tu­ral Vo’Arte, no âmbito do pro­jecto “Mude em Movimento”. O MUDE sai à rua com pro­pos­tas artís­ti­cas que envol­vem per­for­mance, design, moda, arqui­tec­tura e urba­nismo. Este evento con­vida, quem pas­sar nes­tes dias pela Rua Augusta ou Praça do Comércio, a movimentar-​​se pela mudança, colo­cando o seu corpo em inte­rac­ção com a cidade — atra­vés de um “pas­si­nho” de dança, por exem­plo. A pro­gra­ma­ção do Festival de Design e Performance apre­senta qua­tro artis­tas e com­pa­nhias oriun­dos de Portugal, Brasil e França, que nes­tes dias irão ter a baixa pom­ba­lina à sua dis­po­si­ção, com per­for­man­ces e ins­ta­la­ções em sim­bi­ose com o seu espaço de acção — a rua.

Texto de Joana Teixeira

Abrem Galerias Romanas em Lisboa

Nos dias 20, 21 e 22 de Setembro, entre as 10h e as 18h, Lisboa volta a abrir as suas gale­rias roma­nas sub­ter­râ­neas ao público. Este acon­te­ci­mento anual é mar­cado pelas filas para entrar no buraco que se abre no chão da rua da Conceição — na baixa da capi­tal.
As gale­rias situam-​​se debaixo de terra, entre esta rua e a rua da Prata, sendo a sua visita gra­tuita e ori­en­tada por espe­ci­a­lis­tas do Museu da Cidade.

Texto de Joana Teixeira 

Rota das Tapas em Lisboa

Entre 19 de Setembro e 6 de Outubro, Lisboa recebe a 2ª edi­ção da Rota das Tapas, patro­ci­nada pela cer­veja espa­nhola Estrella Damm.
Após o sucesso da sua estreia, o evento volta a con­vi­dar a uma “cor­rida às tapas” pelas ruas de Alfama, Bairro Alto e Príncipe Real.
Os par­ti­ci­pan­tes rece­bem um mapa des­tas três zonas da capi­tal, que indica quais os espa­ços que fazem parte da rota e o qual a tapa espe­cial que cada um serve, cri­ada exclu­si­va­mente para o evento. O preço de petis­car em cada espaço é fixo — 3 euros com­pram uma tapa única, acom­pa­nhada de uma cer­veja Estrella Damm. No total, são 35 os esta­be­le­ci­men­tos ade­ren­tes à Rota das Tapas, numa via­gem entre petis­cos e sabo­res que alia a gas­tro­no­mia à tra­di­ção cervejeira.

Texto de Joana Teixeira